Ingresso pra que te quero

 

Hoje em dia quem quer consumir cultura (principalmente bons shows) no Brasil precisa de duas coisas básicas: dinheiro e paciência. Ingressos caros por conta da proliferação da meia entrada e sites de venda de ingresso sofríveis fazem parte do cotidiano.

Em 2011, não passei perrengue pra comprar entradas para dois eventos que tive o prazer (e grana) pra presenciar: o Rock In Rio e o Planeta Terra. Comprei na boa mesmo, acho que dei muita sorte.

Já na pré venda do Lollapalooza… Paguei todos os meus pecados. Muitas senhas para pouco ingresso e site que não suportava todo o grande acesso em busca de ingresso = caos. Fiquei três horas tentando comprar meu pass e o site mal abria direito. Desisti e no dia seguinte me dividi entre o trabalho e a fila virtual até chegar a minha vez de comprar. Sem contar a taxa de (in)conveniência que chega a 20% do valor do ingresso. No caso do Lolla, foi 50 reais em troca de olheiras, stress e incerteza de que ia conseguir o ingresso.

E pra começar 2012 bem: Começa a venda da turnê dos Los Hermanos. Os fãs xiitas loucos dando F5 pra garantir a sua presença e o site nem carrega. Mais uma vez desisti de comprar nos primeiros minutos de venda. Só no meio da manhã o site funcionou de forma decente consegui completar a compra. Resultado: 4 shows na Fundição Progresso esgotados.

E já tem os babacas revendendo ingressos a preços exorbitantes. Desejo um prejuízo dos grandes pra quem quer se aproveitar dos outros dessa maneira.

A vida seria mais fácil se eu gostasse de Luan Santanna e pagode, meu bolso e minha sanidade iam agradecer muito.

 

 

Gostou do post? Leia mais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *