R.I.P Legendas

A Revista Época dessa semana tem uma matéria sobre a perda de espaço dos programas legendados na TV e no cinema Brasil afora. Muita gente reclama, mas o que tem se visto por aí é que essa mudança vai ser um caminho sem volta.

Preferir um filme dublado ao legendado virou culpa da classe C. São milhões de pessoas ganhando novos hábitos de consumo,  e o negócio do entretenimento precisa se adequar a eles. Mas a culpa realmente vem de outra fonte: a falta do hábito da leitura. Todo mundo sabe que brasileiro não lê e na hora do entretenimento, seja em casa ou no cinema, opta pelo mais fácil e descomplicado.

A matéria da Época faz um rápido cálculo em que duas horas de filme tem, aproximadamente, 30 páginas escritas e que isso é muito para um brasileiro médio. Eu fiquei ofendida com essa colocação. Na minha humilde cabeça, fui taxada de preguiçosa e incapaz, até porque eu consigo ler 30 páginas numa viagem de ônibus pro trabalho (pois é, morar longe tem suas vantagens, a leitura fica em dia).

Pra mim, legenda foi sinônimo de aprendizado. Não há melhor forma de se manter atualizado com outro idioma do que ouvir a pronúncia e associar com as palavrinhas lá embaixo na tela. Se não fosse por elas, a minha compreensão do inglês seria bem inferior.

Aos que preferem o áudio original, resta a Internet e o garimpo elos programas de interesse sem tradução. Ainda há a esperança de contar com a opção de incluir as legendas, função que a NET e a SKY já sinalizaram ser perfeitamente possível de colocar. A Fox e a HBO já disponibilizam a opção de legendas para quem não quer  topar com a dublagem. Basta as outras emissores seguirem

No Brasil a ditadura do dublado está se impondo.

 

P.S.:

A matéria está disponível no Ligado em Série, site que sempre se mostrou a favor da opção de dublagem e legendas em seriados e filmes nos canais a cabo do Brasil. O movimento  #DubladoSemOpçãoNão! tem força nas redes sociais, basta que os canais observem esse nicho para manter esses telespectadores como assinantes. No Ligado em Série estão os Scans da reportagem “A dublagem venceu as legendas”, da Revista Época.

Gostou do post? Leia mais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *