BBB: ame ou não assista!

pedro-bial-olho-bbbAmanhã começa a 13a edição Big Brother. Esse não é um texto em repúdio ao programa, muito pelo contrário; é uma reflexão sobre o programa e porque eu acho que os haters do reality são os mais chatos de todos.

Ninguém vê Big Brother esperando aprender algo de construtivo na vida. Muito pelo contrário: em vários momentos o programa acaba te emburrecendo um pouco. Alguém já esqueceu de Solange, da quarta edição, que cantava um inglês de outro mundo e falava “o pobrema é meu”? Pois é.   Mas o que acaba me atraindo no programa e ver as relações pessoais e toda a interação entre os participantes. Sempre me pergunto como reagiria a uma prova de resistência ou a uma indicação ao paredão. Estar confinada em um programa assim diz muito sobre o ser humano e como ele se comporta em situações peculiares que podem muito bem servir na vida real.

 Outro ponto é a grande invenção do controle remoto: não curte o programa? Vai ver outra coisa! Os odiadores de plantão esquecem que elas podem fazer isso em suas TVs e ver outra coisa ou fazer outra coisa.  As pessoas precisam entender é que BBB não é uma obrigação e que é possível existir durante os dois meses de programa. O botão do unfollow e a opção de não assinar o feed do seu amiguinho e fala disso o dia inteiro também vieram pra ajudar.

Pra completar o dia, dá uma olhada na lista com as 10 músicas que vão bombar nas festas dentro da casa  e que em março você não vai aguentar mais ouvir. A lista foi feita pelo Como Assim, Bial?, site que já está devidamente favoritado pra acompanhar essa fase BBB e rir muito com esse programa.

Estamos de olho! #Bialfeelings

You may also like

2 Comments

  1. Eu mesma não curto BBB, mas também não suporto quem fica o dia inteiro reclamando do programa no Twitter. Todo mundo tem seus guilty pleasures, além de que poucos são os que assistem televisão para aprender alguma coisa, cá pra nós. Até parece que quem tá lá reclamando só assiste o Futura… O Verissimo tem uma crônica ótima sobre isso: ser um dos quatro brasileiros que não vêem o programa, mas ressaltando o poder do controle remoto. Vale dar uma olhada 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *