Circuito Banco do Brasil no Rio de Janeiro: como foi

circuito_banco_do_brasil

Nesse fim de semana rolou o Circuito Banco do Brasil no Parque dos Atletas, espaço conhecido por abrigar o Rock in Rio.

Tinha lido várias reclamações sobre a estrutura da edição em BH e confesso que fiquei preocupada. Mas tudo correu bem.

Organização: Por ser um evento com menos gente em um espaço gigantesto, ficou muito melhor para circular no Parque dos Atletas. A entrada foi rápida e tinha bastante ponto de venda de comida e bebida. Comer lá foi caro, como em todo festival e isso vai ser sempre um problema. Paguei 5 reais em uma Pepsi e 6 reais num pastel de uns 20 cm.

Shows: Cheguei meio atrasada e não vi o Rodrigo Amarante (#chatiadissima) mas outros shows compensaram e muito! Eu pulei a apresentação dos Detonautas porque não aguento a lenga lenga do Tico Santa Cruz.

Raimundos

O show dos Raimundos foi o mais divertido do festival. Eles optaram por um setlist recheado de hits e funcionou muito bem. Os caras tem anos de estrada e sabem entreter o público. Agradeço a eles boa parte do meu repertório de palavrões (sou mulherzinha mas um puta que pariu não mata ninguém)

Titãs

Outra banda com repertório gigante, os Titãs mostraram hits que passaram pelos 30 anos de carreira. Destaque pra Epitáfio, Marvin e Flores, minhas músicas favoritas deles.

Yeah Yeah Yeahs

Pra mim que conheço a banda, achei que o Yeah Yeah Yeahs fez um show competente, mas infelizmente eles foram chamados pro festival errado. A falta de empolgação e receptividade do público foi algo impossível de não ser notado, beirando a falta de educação.

A grande maioria não conhecia a banda e o estilo peculiar de Karen O não deve ter causado uma primeira impressão muito cativante. Como eu não estava nem aí se as pessoas conheciam a banda ou não, vibrei quando algumas das melhores musicas tocaram, como “Maps”, “Rich” e “Heads Will Roll”. Fui julgada com o olhar por várias pessoas ao meu redor por conhecer e ainda estar me divertindo. Ainda bem que eu nem ligo, não é mesmo?

Como o único vídeo do show não está com o som legal, dá uma olhadinha no show dos caras no Coachella, com pessoas mais animadas do que no show do Rio:

Red Hot Chilli Peppers

A grande atração da noite, o Red Hot mostra que é uma banda com energia. Flea é sem dúvida a grande atração, com suas danças, bananeiras, caras e bocas. Cheguei a ouvir que o Kieds estava devagar nessa turnê e que eles fizeram um show burocrático, mas não concordo, não. Impossível competir com o Flea em animação. Foi um típico show do Red Hot que os cariocas viram.

Do setlist que eu esperava, ficou faltando Around The World que sempre faz falta mas tocaram Suck My Kiss no lugar. Dos males o menor.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *